domingo, 8 de março de 2015



Os córregos de São Francisco de Itabapoana e de Marataízes
Arthur Soffiati
            Que o leitor faça um exercício de imaginação. Imagine que regressamos 60 milhões de anos no tempo, mas continuamos no norte fluminense e no sul capixaba. A paisagem era muito diferente, mas não totalmente irreconhecível. Você veria a serra e o mar, ambos ambientes que lhe são familiares, mas, entre eles, existia um tipo de terreno que se estendia do Rio Macaé ao Rio Itapemirim. Ele ainda existe na região com o nome de tabuleiro. Trata-se de um terreno baixo e ondulado, com colinas e depressões, no passado coberto de matas e de acumulações de água.